domingo, 15 de junho de 2014

Fanfic "Desire And Crime"- Capítulo 40

Sinopse: Edward Cullen conhecido como Antonny, é chefe da Cosa Nostra Americana com apenas 28 anos. Homem impiedoso. Não mede esforços para acabar com alguém e conseguir o que quer. É um homem temido por todos,até mesmo pelo amor. Isabella Swan,conhecida como La Belle ou apenas Bella,tem 24 anos e é prostituta do bordel de James. Uma pessoa considerada fria e sem sentimentos. Foi abandonada pelos pais quando tinha 6 anos. Desde daquele dia não acredita mais no amor. Duas vidas que se encontram apenas em uma noite,mas que pode mudar a vida deles para sempre. Apenas um encontro vai entrelaçar suas vidas pela eternidade....
Capítulos:  /  /  /  /  /  / 7º /  /  / 10º / 11º / 12º / 13º / 14º / 15º / 16º /17º / 18º/19º / 20º / 21º  / 22º / 23º  / 2425º/26 27º / 28º / 29º / 30º / 31º  / 32º / 33º / 34º / 35º / 36º / 37º / 38º  / 39º

Capítulo 40


18 anos depois...


–-Bella eu não vou dizer novamente. Fica dentro do caralho do carro. – Edward dizia nervoso.

Bella revirou os olhos e cruzou as pernas. Esse detalhe não passou despercebido por Edward. Bella já estava com 44 anos, mas continuava a mulher sexy de sempre. O tempo havia feito bem pra ela. Edward também havia amadurecido, e já estava com 46 anos. Continuava o mesmo homem viril de sempre.





–-Mas que porra Edward! Deixa eu resolver sozinha. Você me ensinou muito bem. Além do mais, eu tenho isso daqui para me proteger. – Bella levantou um pouco vestido, mostrando a arma pra ele.




Edward lambeu os lábios com isso. Bella o provocava e surtia efeito. Ela fazia isso para conseguir sempre o que quer. Mas ele não iria cair tão facilmente.



–-Bella , isso tudo é perigoso. – Edward tentou convence-la.



O motivo dessa discussão era, que Bella queria resolver alguns assuntos, ou melhor, cobranças com um traficante. O ponto de encontro seria em um beco. Edward já havia feito muito ao levar ela junto com ele. Agora imagine, ela resolver isso?





–-Edward, não vai ser a primeira vez que eu faço isso. Vamos amor, por favor. Quanto mais eu cuidar disso logo, mais cedo voltaremos pra casa e mais cedo poderemos começar a brincar. – Bella ronronou no ouvido dele.





O membro dele já começou a dar sinais de que estava bem alerto. E Bella o deixava mais aceso, quando falava desse jeito.



–-Ok. Mas eu vou ficar de olho, e qualquer coisinha eu irei até lá e o matarei. – Edward avisou.





Bella lhe deu um selinho, vestiu seu sobretudo e saiu do carro. Os barulhos dos saltos de Bella faziam ecos no beco. Ela era a rainha do trafico. Com o passar dos anos, e com a ajuda de Bella, os negócios expandiram. Pareciam que as pessoas agora só se alimentavam de cocaína, crack. Cada ano que se passava eles ficavam mais ricos, se isso ainda era possível.





–-Olá. Sabia que uma donzela não deveria estar aqui sozinha? – Um homem negro e alto disse dando um sorriso malicioso.



–-Sem papinho. Eu vim aqui pra pegar o dinheiro. Meu homem não gosta de atrasos no pagamento. – Bella disse rispidamente.





–-Então o Cullen manda uma das piranhas deles vir cobrar as dividas? – O homem disse rindo debochado.





–-Vai se fuder Jacky. Eu sou a mulher dele, quero meu dinheiro e quero agora. – Bella disse começando a se irritar.




–-E o que vai fazer caso eu não dê o dinheiro? Vai ir correndo pra casa fazer as unhas madame? – Disse ele com deboche.



Bella se irritou. Odiava ser tratada como o sexo frágil, ainda mais por um traficantizinho de merda igual a ele. Ela retirou sua arma e olhou para ele. Ele ergueu as mãos em tom de rendição. Viu que ela realmente não brincava.



–-Ok. Aqui esta o dinheiro. – O cara jogou uma mochila na direção de Bella.



Ela lhe deu um sorriso e abriu a mochila. Lá estavam 300 mil dólares só em notas de cinquenta e cem.



–-Otimo. Foi muito bom fazer negócios com você. – Bella pegou a mochila pesada com o dinheiro, se virou e foi embora.






Enquanto isso, Edward esperava no carro. Ele já estava ficando impaciente com a demora de Bella.



–-Até que enfim. Já iria ir atrás de você. – Ele disse assim que ela entrou no carro.



Bella rolou os olhos e mostrou o dinheiro a Edward. Ele lhe deu um sorriso, e ligou em casa.





Eram ainda 20:30h quando chegaram. Os dois dispensaram o jantar. Aproveitaram que seus filhos não estavam em casa, para se divertirem um pouco.





Depois de Antony que já estava com 18 anos, eles tiveram mais dois filhos. Renesmee que tinha 16 anos e Joseph de 9 anos. Após isso, Edward e Bella definitivamente fecharam a fabrica. Três filhos já estavam de bom tamanho. Não era só eles que haviam tido mais filhos. Emmett e Rosalie tinham Emma de 19 anos, e Ethan que tinha 12 anos;Alice e Jasper tiveram trigêmeos Ryan, Kyle, e Anne Mary que tinha 14 anos.



O relacionamento de Bella com Renée havia melhorado com o tempo. Bella já havia acostumado a chama-la de mãe, e as crianças a chamavam de avó. Renée agora havia se mudado para Seattle. Bella ainda mantinha contanto com seus amigos de La Push. As vezes até ia até lá para visita-los. A vida deles com certeza estava bem diferente. Muito melhor.









No quarto, Edward e Bella se amavam ardentemente. O tempo parecia não ter passado, pois, o fogo que eles sentiam á tempos atrás, não havia se apagado. Era totalmente ao contrario. Sua paixão, calor e amor havia aumentado com o passar do tempo.




Bella gemia feito uma louca, seus dedos estavam ficando sem força, porque segurava fortemente o lençol da cama. Edward a estocava forte e rápido. O quarto estava abafado demais, era ouvido apenas os gemidos prazerosos dos dois. Bella sentiu seu orgasmo chegar, e gritou. Com mais algumas estocadas foi a vez de Edward. Ele relaxou sua cabeça entre o vão dos seios de Bella. Eles ofegavam, e era nítida a satisfação dos dois.





–--Uau. – Bella dizia arfante.



–-Você ainda esta viva? – Edward perguntou risonho.



Bella acabou rindo também. Sempre quando atingia seu prazer, parecia que iria desmaiar.



Edward e Bella se aconchegaram um no outro e pegaram no sono rapidamente.






Na manha seguinte....








Edward foi o primeiro a acordar. Isso era uma coisa que não se podia mudar. Bella continuava deitada de bruços, o lençol tampava apenas sua cintura até o meio das pernas. Edward foi para o banheiro tomar banho. Era domingo, e felizmente ele estava em casa. Curtiria aquele dia com seus filhos e sua mulher.




–-Bom dia pai. – Antony disse assim que Edward chegou para tomar café.



Antony era a copia de Edward. Os olhos eram iguais, até mesmo o corpo forte. Mas ele tinha uma parte de Bella também, os cabelos. Bella por muitas vezes se irritava com Edward, pois o mesmo dizia que Antony só havia herdado 10% de Bella.



Renesmee , essa era outra igualzinha ao pai. Havia puxado os olhos do pai, mas seu gênio era exatamente igual ao de Bella. Sua timidez, espontaneidade, e as vezes um pouco irritadinha.. Joseph (n:/ não encontrei uma foto que se parecesse um pouco com o filho mais novo de Bella por isso, imaginem) ,ah esse sim era igualzinho a Bells. Os mesmos traços faciais, os olhos, cabelos, tudo.




–-Bom dia filho. Oi querida. – Edward disse dando um beijo na testa de Antony e Nessie.,





–-Bom dia papai. – Nessie disse passando a geleia na torrada.





–-Bom dia querida. Falta alguém aqui. Aonde esta o pestinha? – Edward perguntou passando seu olhar na mesa, sentiu falta do outro filho.



–-Ele ainda esta dormindo. Tia Alice nos trouxe pra casa ás duas da manhã, porque aparentemente nosso querido irmãozinho, não consegue ficar fora de casa por muito tempo. Mas eu sei que era tudo mentira, porque ele sempre dorme na casa da vovó. – Antony disse e Edward riu.





Seu filho desde de pequena era persuasivo. Quando queria algo, fazia birra até conseguir. Alicia acabava caindo sempre.



–-Pai, quando eu vou começar a trabalhar com o senhor? Eu já cuido da parte “financeira”. – Antony disse.



Há mais de um ano que Antony começou a trabalhar com o pai. Lógico que seu filho ainda não matava ninguém, fazia as negociações. Mas ele ajudava na parte do dinheiro. Antony era um bom contador, com certeza não demoraria para ganhar seu próprio dinheiro, assim como o pai.





–-Logo Antony. Só espere mais um pouco. Sua mãe cortaria minhas bolas. – Edward disse fazendo careta.



–-E eu papai? Quando irei começar a trabalhar com o senhor?





Quando Nessie perguntou isso, Edward se engasgou. Renesmee era sua princesinha intocável. Ela aprendia golpes de defesa pessoal, sempre andava com seguranças, e logo aprenderia a atirar. Mas nunca iria trabalhar com o trafico. Edward tinha um enorme ciúme. Nenhum garoto podia chegar perto de Nessie, mas ela sempre dava um jeito de escapar.




–-Você esta ficando maluca? Nessie, você é minha princesinha e não vai entrar no mundo da máfia. Esse assunto já esta terminado. – Edward disse encerrando aquela conversa.



Nessie fez beiçinho, mas continuou a tocar café. Ela odiava quando seu pai tinha esse instinto super protetor. Ele na maioria das vezes, a tratava como se ela fosse uma criançinha.




–-Bom dia família. – Bella disse entrando junto com Joseph na cozinha.



–-Oi mãe. – Antony e Nessie disseram em coro.



Bella e Joseph se sentaram á mesa e começaram a tomar seu café.



Depois do café Renesmee e Joseph foram andar a cavalo, e Antony saiu. Depois da morte de Max á 7 anos atrás, Edward comprou 5 cavalos de raça. Fez um espaço para que seus filhos pudessem se divertir.




Edward e Bella aproveitaram para ir com um escritório. Era domingo, mas mesmo assim tinham coisinhas a resolver.



–-Então, temos um jantar com o governador semana que vem. – Edward informou.



Bella, que estava sentada em outro sofá, o olhou surpresa.



–-Com o governador? Vai dizer que ele quer comprar drogas? – Bella disse sarcástica.




–-Não querida. Não dessa vez. Ele quer comprar armas, e também deve alguns favores. – Edward respondeu com um sorriso.




Bella se levantou, foi até Edward e se sentou no colo dele.



–-Eu te amo meu mafioso. – Bella disse acariciando os cabelos dele.



–-Eu te amo minha mafiosa. – Edward lhe deu um beijo suave nos lábios.






Desde o inicio seus destinos foram entrelaçados, desde o primeiro olhar já se pertenciam. Passaram por tantas coisas. Coisas boas, assim como coisas ruins. Quase se separaram, quase morreram. Mas no final, Don Cullen e Isabella Cullen viveram feliz, no mundo da máfia.


FIM....
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.